Blog CPAPS

O uso do CPAP pode causar efeitos colaterais?

cpap-efeitos-colaterais

O uso do aparelho CPAP é o tratamento para apneia do sono com mais evidências científicas e eficiência comprovada. No entanto, além de alguns desconfortos, o que muitas pessoas não imaginam é que, nos primeiros dias, o uso do CPAP pode causar efeitos colaterais, e até levar ao abandono da terapia, se não forem resolvidos logo no início. Saiba mais neste post que nós, do Blog CPAPS, preparamos para você!

Quais efeitos colaterais o CPAP pode causar?

Entre os efeitos decorrentes do uso do CPAP estão: irritação nos olhos, coriza ou congestão nasal, ressecamento e sangramento nas narinas, além de flatulência e sensação de inchaço na barriga. O fisioterapeuta e especialista da CPAPS, Clêdisson Souza, conta que também é comum sentir tontura ao acordar nos primeiros dias de tratamento.

“A adaptação ao CPAP é uma etapa muito importante para quem vai iniciar o tratamento para apneia do sono. Uma boa dica é iniciar com poucas horas de uso e ir aumentando periodicamente. Há também os itens de conforto, como o umidificadores e o alívio expiratório”, explica o fisioterapeuta.

Esses problemas podem ser resolvidos de maneira simples com as dicas que a CPAPS selecionou para você. Confira!

1- Irritação nos olhos e no rosto

A irritação costuma aparecer nos primeiros dias do tratamento com CPAP. Os principais sintomas são os sinais de coceira e vermelhidão nos olhos e na pele, e algumas pessoas também podem sentir ardência nos olhos. Esse efeito colateral ocorre geralmente quando a máscara está em um tamanho inadequado ou não se encaixa perfeitamente no formato do rosto do usuário.

Ele pode indicar, ainda, uma reação alérgica ao material da máscara que está em contato com a pele. Em ambos os casos, a solução é trocar de máscara: seja por um modelo com o tamanho correto, com formato mais anatômico, com menor contato com o rosto ou feito a partir de outro material.

Aqui no blog da CPAPS, você descobre qual é a máscara de CPAP mais confortável!

2- Coriza e congestão nasal

Entre os efeitos colaterais mais comuns do uso do CPAP estão a coriza e a congestão nasal, que são causadas pelo fluxo de ar que passa continuamente nas vias respiratórias durante o sono. Isso acontece pois o efeito é muito similar ao de uma pessoa que dorme com o rosto direcionado a um ventilador ou ar-condicionado.

Nesse caso, a solução é utilizar descongestionantes nasais para aliviar os desconfortos, ou spray nasal de soro fisiológico, quando o desconforto for mais intenso. Você também pode conversar com o seu médico e pedir um medicamento que se adapte melhor quando estiver usando o CPAP.

3- Ressecamento e sangramento nas narinas

Na respiração natural, o ar inspirado pelas narinas é umedecido e aquecido antes de chegar às vias aéreas. Porém, durante o uso do CPAP, não há tempo suficiente para que esse processo seja feito, devido ao fluxo de ar que é enviado continuamente nas vias aéreas, o que realmente pode levar ao ressecamento.

Uma solução é utilizar o umidificador de CPAP e BiPAP, que já vem embutido em alguns modelos, mas também pode ser adquirido separadamente em nossa loja online. Então, se você está enfrentando esse efeito colateral, o ideal é passar a utilizar um umidificador também, pois ele adiciona umidade ao ar, reduzindo os sintomas de ressecamento, além de aliviar a congestão nasal e a coriza.

“No ciclo respiratório normal, o ar é aquecido e umidificado antes de chegar ao pulmão. Com o fluxo de ar contínuo nas vias respiratórias, o organismo não tem tempo de fazer esse procedimento. O umidificador adiciona umidade ao ar, tornando a respiração mais natural durante o sono e, consequentemente, mais confortável”, acrescenta o fisioterapeuta Clêdisson Souza.

4- Flatulência e sensação de inchaço na barriga

Quem respira pela boca tem mais chances de engolir muito ar, o que contribui para a formação de gases e aumenta a sensação de inchaço e flatulência. A solução para estes problemas é controlar mais a respiração bucal e tentar respirar mais pelas narinas, para reduzir a quantidade de ar ingerido e, consequentemente, a sensação de inchaço.

5- Tontura ao acordar

Outro efeito colateral muito comum é a sensação de tontura ao se levantar ou acordar pela manhã em pessoas que estão usando uma pressão mais elevada que o necessário para o tratamento com CPAP. Essa pressão em excesso ou inadequada pode realmente causar essa sensação incômoda devido à retenção de uma grande quantidade de oxigenação nos pulmões e no cérebro.

A solução é verificar a configuração do CPAP e fazer ajustes que limitem o fluxo de ar, seguindo a prescrição médica de pressão. Para realizar esse procedimento é necessário ter a receita médica em mãos e contatar um técnico ou a loja que forneceu o produto.

Clique aqui e descubra qual é a pressão ideal do CPAP!

Por quanto tempo os efeitos colaterais podem durar?

O tempo estimado para não sentir mais os desconfortos e efeitos colaterais com o uso do CPAP variam de um usuário para outro, pois cada organismo tem um ritmo próprio de adaptação. Algumas pessoas se adaptam facilmente em um período de 7 a 15 dias, mas outras podem levar de 1 a 3 meses para se acostumarem. Esse tempo também dependerá das medidas que você toma para solucionar os incômodos.

O importante é sempre manter contato com o médico do sono que faz o acompanhamento e na adaptação ao tratamento. Aqui na CPAPS, nós também temos uma central de atendimento com especialistas capacitados para te auxiliar: em caso de dúvidas, entre em contato conosco pelo whatsapp no (27) 3045-0605.

Continue acompanhando o blog da CPAPS e fique sempre por dentro de todas as novidades do tratamento com CPAP. Conheça também a nossa loja online e encontre a maior variedade de produtos para sua terapia do sono!

Fonte: Clêdisson Souza – fisioterapeuta – CREFITO – 246452/ES

Compartilhar: g+ share Facebook share LinkedIn share

'O uso do CPAP pode causar efeitos colaterais?' 103 Comentários

  1. 12 de março de 2018 @ 14:10

    Tenho um desse mesmo modelo com apenas oito dias de comprado .Mas não estou conseguindo dormi com ele . Esta liberando muito Oxigênio chegando a ficar vazando pelas laterais .Que devo fazer.

    • 13 de março de 2018 @ 17:23

      Olá Hamilton! O primeiro passo é investigar o que está levando o CPAP a aumentar tanto o fluxo de ar.
      Para isso vai ser preciso fazer um relatório com os dados do seu sono que o equipamento fornece, e depois corrigir o que está fazendo com que o fluxo aumente na configuração do CPAP.
      Aconselhamos que você procure o médico ou então o suporte técnico que lhe forneceu o equipamento.

      Se precisar de qualquer esclarecimento, estamos à disposição!
      Equipe CPAPS

    • 5 de junho de 2018 @ 11:49

      Olá Hamilton! Também tive problemas semelhantes; mas olha que curioso: Tenho que manter o bigode sempre raspado, pq os pêlos impedem a vedação da máscara e o ar ficava “vazando”. Manter a pele livre de oleosidade também ajuda. Elimine todas as probabilidades do mal encaixe no aparelho. Se ainda assim persistir consulte quem te vendeu, pois poderá te ajudar bastante.

    • 19 de março de 2019 @ 10:33

      Bom dia. Comprei um desse há exatos 8 dias também. Na minha opinião você deve verificar se a máscara que você está usando se adequa ao seu rosto. Eu Optei pela mascara Swift FX que pega apenas no nariz. Outra coisa a se fazer é verificar se a pressão que está sendo usada não está muito alta. Isso pode causar escape de ar pelas laterais. Espero ter ajudado. Abraço.

  2. 21 de junho de 2018 @ 18:58

    Dúvidas: a pessoa que tem apnéia do sono no nível mais severo e necessita do CPAP para ter uma qualidade mínima de sono pode ser considerada uma pessoa deficiente?? O CPAP pode ser considerado uma prótese?

    • 2 de julho de 2018 @ 17:43

      Olá Marcos! A palavra deficiente é muito forte, e tanto que em âmbito clínico e comercial, a palavra deficiência é utilizada praticamente em nenhuma circunstância.
      Até porque, se buscarmos o significado literal da palavra “deficiência”, perceberemos que está relacionado ao deficit ou ausência de funcionamento de algum órgão.
      Logo, qualquer pessoa que tenha um órgão que não esteja em 100% de seu funcionamento, pode ser considerado um deficiente.
      A apneia do sono é tratada como síndrome, que está associada a uma condição crítica do organismo.

      O CPAP não é considerado uma prótese, porque as próteses são utilizadas como substitutas de membros e articulações do corpo. Mas pode ser considerado uma órtese, que são aparelhos que servem para alinhar, regular e até mesmo auxiliar as funções de um membro.

      Se precisar de qualquer esclarecimento, estamos à sua disposição!
      Equipe CPAPS

  3. 11 de julho de 2018 @ 22:23

    Boa noite faz 2 meses que uso o cpap,agora sinto uma tontura será que é a máscara ,que está vazando

    • 12 de julho de 2018 @ 17:21

      Olá Gustava!
      Geralmente isso acontece quando a quantidade de ar enviada pelo CPAP está acima do ideal para o seu tratamento.
      Aconselhamos a senhora a levar o seu CPAP ao médico ou ao fisioterapeuta que faz acompanhamento, para que possa limitar o fluxo de ar e evitar desconfortos.

      Se precisar de mais esclarecimentos, estamos à disposição!
      Equipe CPAPS

  4. 20 de julho de 2018 @ 02:06

    Oi… comprei meu cpap essa semana, com indicação de 14 (pressão) e eu usei ontem e hoje, ele é um cpap automático e começa com pressão de 4 e vai aumentando gradativamente. Acontece que eu me sinto muito desconfortável para iniciar o sono com medo de sufocar, ai quando eu pego no só o e tenho o episódio de ronco ou até mesmo a apneia o aparelho sobre a pressão e eu tomo literalmente um susto, gostaria de saber se isso é normal e vou me acostumar com o funcionamento ou se preciso ir a algum lugar buscar informações. Agradeço a atenção desde já

    • 22 de agosto de 2018 @ 14:07

      Olá Giannina! Obrigada por compartilhar a sua experiência conosco, e a oportunidade de lhe ajudar.

      Essas dificuldades que está tendo com a adaptação, são característicos de quem está começando o tratamento.
      Requer um tempo até seu organismo também se acostume com o uso do CPAP durante o sono.
      Uma dica é verificar se o alívio expiratório está acionado no seu CPAP, pois ele acompanha sutilmente a respiração e ajuda na adaptação.
      Nos contate na central de atendimento pelos números 4007 2922 ou 0800 601 9922, para verificarmos juntos essa função no CPAP.

      Estamos à sua disposição!
      Equipe CPAPS

  5. 12 de agosto de 2018 @ 15:57

    Boa tarde!! Existe possibilidade de quem usa CPAP ter melhora e poder parar de usá-lo?

    • 22 de agosto de 2018 @ 11:28

      Olá Fernando! Existem casos raríssimos de pessoas que alegaram terem sido curadas da apneia do sono, mas não tiveram a confirmação médica da cura.
      A apneia do sono é um transtorno do sono que não tem cura, mas tem tratamento.
      O uso CPAP é um dos tratamentos da apneia do sono, e embora reduza a apneia e melhore a qualidade do sono, o uso é vitalício.

      Se precisar de mais esclarecimentos, estamos à disposição!
      Equipe CPAPS

  6. 27 de agosto de 2018 @ 21:04

    Olá!
    Uso o CPAP já algum tempo. Fui diagnosticada com apneia, mas, o que me levou a fazer o exame da polissonografia além dos roncos, foi a pressão alta que elevava bastante a noite. Com o uso tudo passou. Quero dizer que sempre uso, mas, as vezes passo um tempo sem usar porque apresenta uma melhora, daí retorno a usar. A única queixa que sinto, é um ressecamento no nariz e isso faz com que eu tire algumas noites antes da hora. O aparelho para melhorar a umidade do ar pode ser colocado em qualquer modelo de CPAP?

    • 18 de setembro de 2018 @ 17:54

      Olá Silvania! O ressecamento incomoda e as vezes até dificulta a usar o CPAP todas as noites.
      E sim, qualquer CPAP pode ser usado com umidificador, desde que seja adquirido o modelo ideal e compatível ao modelo do CPAP que você já usa.
      O umidificador para CPAP é um acessório vai ser acoplado ao equipamento, e assim, o fluxo de ar passará pelo umidificador, para que chegue as suas narinas, o ar já umidificado.

      Se precisar de mais esclarecimentos, estamos à disposição!
      Equipe CPAPS

  7. 6 de setembro de 2018 @ 04:16

    Olá!
    Énormal usar o CPAP e continuar roncando?

    • 6 de setembro de 2018 @ 17:05

      Olá Ana! Não é normal continuar roncando, o uso CPAP trata a apneia e também elimina o ronco.
      Se o usuário do CPAP ainda ter os sintomas da apneia, como o ronco, é necessário verificar alguns fatores.
      Como o tipo de máscara e a pressão de tratamento enviada pelo equipamento, que podem não ser suficientes para o usuário.

      Se precisar de orientações, pode contar conosco, estamos à sua disposição!
      Equipe CPAPS

  8. 25 de setembro de 2018 @ 11:52

    O CPAP é bivolt?

    • 26 de setembro de 2018 @ 09:45

      Olá Paulo! Hoje, quase todos os aparelhos CPAP podem ser conectados em voltagem 110 e também 220, isso faz do CPAP, um equipamento Bivolt.

      Se precisar de mais esclarecimentos, estamos à disposição!
      Equipe CPAPS

  9. 11 de outubro de 2018 @ 09:36

    Gostaria de saber se o suso do CPAP pode provocar aparecimento de dor de ouvido/orelha e íngua no pescoço. Isto começou ocorrer comigo apartir do 3. dia de uso. Acordo de madrugada com dor e desligo o aparelho. Não estou com obstrução nasal.

    • 11 de outubro de 2018 @ 11:49

      Olá Jerônimo! Obrigada pela oportunidade de pode lhe esclarecer essa dúvida e ajudá-lo.

      A pressão positiva enviada pelo aparelho pode causar um desconforto e mal-estar no ouvido, geralmente é confundido com dor.
      Embora não seja um efeito colateral muito recorrente, em algumas situações isso pode acontecer.
      Ao começar o tratamento da apneia do sono, o seu organismo também precisa se adaptar ao uso do dispositivo, o que pode gerar alguns incomodos.
      Esses incomodos podem levar dias e até semanas, uma solução é conversar com um especialista para que possa verificar as configurações do seu CPAP e ajustá-lo de modo que você e o seu organismo se adaptem a cada dia, até que possa utilizar nas configurações finais e ideais.

      Se os sintomas de incomodo não desaparecerem em até três meses, o ideal é retornar ao otorrino, e apresentar essas dificuldades.
      Esperamos ter conseguido sanar as suas dúvidas, Jerônimo.
      Estamos à disposição para te ajudar, conte conosco!

      Equipe CPAPS

  10. 24 de outubro de 2018 @ 19:10

    Amigos alertaram que o aparelho copas usando por muito tempo seca o pulmão. Isso é possível?

    • 7 de novembro de 2018 @ 09:42

      Olá Ademar!
      Isso não é possível, pois no interior dos pulmões não há apenas ar, existe uma extensa rede de vasos sanguíneos que permitem que o sangue circule e entre em contato com o ar.
      Quando o ar e o sangue se encontram, o oxigênio do ar passa para o sangue e, através dele, é enviado aos tecidos do corpo, que dependem de oxigênio para continuar funcionando.
      O que pode ressecar o pulmão e trazer complicações respiratórias, são doenças ocasionadas pelo cigarro e a poluição.
      O CPAP não resseca o pulmão, ele pode ser usado para várias finalidades terapêuticas respiratórias, uma delas é o terapia do sono para tratar a apneia e o ronco, em que o usuário utiliza somente para dormir, resumindo em um tempo médio de 7 a 8hs por noite.
      O uso do CPAP não apresenta risco ao usuário que teve a recomendação médica, por outro lado, o equipamento exige manutenção que nem sempre é feita no tempo oportuno e com o cuidado necessário. Por isso o filtro, que deveria assegurar a retenção das partículas nocivas à saúde, deixa de cumprir seu papel, o que pode levar ao desenvolvimento crises alérgicas, congestão nasal, tosse e coriza, que devem ser tratadas tanto com o médico, quanto na manutenção preventiva do dispositivo para continuar o tratamento.

      Nos colocamos à disposição para prestar mais esclarecimento!
      Equipe CPAPS

  11. 10 de novembro de 2018 @ 21:01

    Ola! Meu pai tem ronco e apneia, porem na cidade dele nao tem medico especializado nisso. Ele pode usar o aparelho sem indicação médica? Qual profissional pode auxiliar na regulação do aparelho?

    • 12 de novembro de 2018 @ 09:19

      Olá Simone! Diferente de medicamentos antibióticos, a receita médica não é requisito obrigatório para comprar um CPAP, mas quando você tem essa indicação, significa que fez todos os exames e foi identificado o tipo de aparelho e/ou a pressão mais adequada para o diagnóstico. Isso aumenta as chances de sucesso na adaptação e no tratamento. Além do mais, dependendo do nível da pressão recomendada seu pai ainda pode economizar investindo em um CPAP de pressão fixa, que normalmente tem um custo menor.
      O seu pai chegou a fazer o exame de diagnóstico da apneia? O próprio médico que solicitou o exame, pode receitar o uso do dispositivo. Se precisar de mais esclarecimentos, estamos à disposição! Equipe CPAPS

  12. 13 de novembro de 2018 @ 22:34

    Apneia grave,roncos e dessaturacao,falta de oxigênio,o que e tudo isso? Fui indicada usar CPAP c/pressão 12 (q significa isso)to usando c/unificador,de dia sinto falta de ar,respiração ofegante,tá me incomodando,. Pq?

    • 14 de novembro de 2018 @ 09:09

      Fra, a apneia é um distúrbio do sono caracterizado por alguns sintomas como o ronco, que é o mais comum. E grave é o grau em que ela está!
      Em grau grave, ela pode trazer riscos a saúde, como complicações cardíacas e hormonais, que impactam no humor, além de causar síndromes metabólicas.
      A pressão de 12 é uma configuração que o CPAP deve ter para que as apneias e o ronco sejam tratados durante o seu sono.
      Infelizmente não temos como diagnosticar o motivo de estar sentindo falta de ar e dificuldade para respirar, e embora seja comum ter alguns incômodos no início do tratamento, nós aconselhamos consultar o seu médico ou o fisioterapeuta da loja que lhe forneceu o produto.

      Existem ajustes no CPAP que podem diminuir esses incômodos que está sentindo, mas tudo precisa ser feito com orientações de um profissional da saúde.
      Se precisar de mais esclarecimentos, estamos à disposição!
      Equipe CPAPS

      • 12 de junho de 2019 @ 19:45

        Bruna!!
        Eu estou com o mesmo problema da Fran!!
        Eu tenho insuficiência cardíaca e minha fração de injeção era muito baixa. Estou tratando e minha fração de injeção subiu de 30% para 61%, mas depois que comecei a usar o APAP (Cpap automático) tenho muita dificuldade de respirar de dia. As noites são maravilhosas, sem ronco, sem mexer a noite e acordo super disposto. Uso há mais de 2 anos.
        Meu aparelho permite colocar a pressão de 6 a 20 com 3 níveis de humidificação e controlar o tempo de apneia.
        Eu sempre coloco a humidificação no meio e o tempo de apneia em 10 segundos.
        Se eu colocar a pressão de 6 a 20, ele estabiliza nos 18 mais ou menos, mas eu fico todo inchado de dia, principalmente nas pernas, mas ele vaza ar na máscara as vezes.
        Coloquei a pressão máxima de 15 e ele estabiliza nos 14,7, mas sinto falta de ar de dia e canso muito rápido.
        Se eu não usar, minha respiração melhora, mas eu fico sonolento o dia todo.
        Qual a sugestão?

        • 13 de junho de 2019 @ 11:59

          Olá Claudio! Tudo bem?
          No seu caso, quando há uma patologia importante associada, é recomendado gerar um relatório do sono (se o seu CPAP permitir a geração de relatório) e procurar um médico especialista, para que ele ajuste a sua terapia de acordo com a sua necessidade e histórico médico.

  13. 15 de novembro de 2018 @ 06:45

    Adquiri um CPAP S10 automático AirSense AutoSet + Umidificador. Ele está configurado para pressão de 4 a 20. Posso utilizar com esta configuração? Por ser automático significa que ele irá entregar sempre a pressão adequada para cada situação? Existe algum problema de ele fornecer pressão de ar além da que seria necessária?

    • 19 de novembro de 2018 @ 10:53

      Olá Enio! Você pode utilizar o CPAP em modo automático, o equipamento detecta o seu padrão respiratório e envia apenas a quantidade de fluxo de ar necessária para evitar o ronco e as apneias. Essa função é ideal para quem está começando a se adaptar ou ainda não tem a pressão de tratamento recomendada na receita, em modo automático, o CPAP é capaz de se adaptar a diferentes situações que podem influenciar na terapia, como o resfriado, ingestão de bebida alcoólica ou ganho de peso.
      Mas, no início do tratamento, é importante que a cada 30 dias, seja apresentado o relatório de dados do equipamento, ao médico ou fisioterapeuta que faz acompanhamento do seu tratamento, para que possa analisar o seu quadro, a evolução e eficácia da terapia.
      Se precisar de mais esclarecimentos, estamos à disposição!
      Equipe CPAPS

  14. 27 de novembro de 2018 @ 18:03

    Caso precise, vocês regulam o aparelho de acordo com os exames que tenho?
    Tenho um suporte com vocês nesta regulagem, se necessário?

    • 18 de dezembro de 2018 @ 13:39

      Boa tarde Sr. Elton! Tudo bem?
      Correto! Nós enviamos o aparelho configurado de acordo com a prescrição médica. Além disso, o senhor terá suporte especializado para ajustes de conforto, emissão de relatórios do sono e dicas para ajudar no período de adaptação ao seu tratamento.

  15. 15 de dezembro de 2018 @ 19:02

    Boa noite desde 14 de Novembro /18 uso o CPAP e tenho todos os sintomas descritos estou literalmente desesperada pois o meu médico já me prescreveu descongestionante nasal e anti estaminicos e os sintomas prevalecem que devo fazer? desistir ou tentar mudar de mascara

    • 18 de dezembro de 2018 @ 13:25

      Olá Sra. Maria! Tudo bem?
      A senhora utiliza máscara nasal? Pelos sintomas que a senhora relatou, seu tipo de máscara ideal é a Facial (oronasal).
      Não desista da sua terapia do sono! Com a máscara certa e o suporte dos nossos consultores, a senhora vai conseguir se adaptar à terapia.
      Se desejar, a senhora pode entrar em contato através do 0800 601 9922 e falar com um consultor.

  16. 16 de dezembro de 2018 @ 18:18

    Tenho o aparelho por receita médica desde março 2018 e venho a adaptar-me bem. Mudou muita a minha vida diária, pois deixei de andar sempre sonolento.. Há dois meses apareceram-me algumas manchas na zona abaixo dos pulmões, quer de frente, quer atrás, ou seja em toda a volta do corpo. Estou à espera de uma consulta, que já marquei, mas que ainda demora algum tempo. Será que estas manchas terão alguma relação com a respiração com a máquina?

    • 18 de dezembro de 2018 @ 11:28

      Olá Sr. António! Tudo bem?
      Nunca tivemos relato desse tipo de problema ser causado pela terapia com o aparelho CPAP.
      O ideal é que o senhor realmente procure um médico para investigar a fonte das manchas.

  17. 27 de dezembro de 2018 @ 10:20

    Olá bom dia a todos… Já uso o CPAP faz alguns meses, me adaptei bem e pelo menos os roncos diminuíram muito, segundo minha esposa, que está bem feliz… rsrs… Minha máscara é a grande, que pega boca e nariz… Bem, minha única dúvida é referente a expiração e inspiração. O que me deixa cismado, é que mesmo tendo uma válvula para expelir o gás carbônico quando expiro, tenho a sensação de que quando inspiro, uma parte desse gás carbônico volta… Isso realmente acontece, e se acontecer, tem algum problema?? Obrigado pela ajuda e um ótimo final de ano e tudo de maravilhoso em 2019.

    • 28 de dezembro de 2018 @ 16:07

      Olá Sr Gledson! Tudo bem?
      Que bom que a sua terapia do sono está sendo um sucesso!
      Sua dúvida é muito comum, na verdade.
      Não precisa se preocupar, pois apesar de não sentir, todo o ar exalado está sendo expelido pelos orifícios de ventilação da sua máscara.
      Além disso, o senhor está recebendo ar novo o tempo inteiro. Não há risco de intoxicação, desde que a válvula anti-asfixia de sua máscara esteja em boas condições e os orifícios de ventilação não estejam obstruídos.
      Para maiores informações, entre em contato com nossa central de atendimento através do telefone 0800 601 9922 ou no Plantão do Sono no número 027 3045-0605 até as 22hs de segunda à sexta e até as 14hs aos sábados.
      Desejamos desde já um feliz Ano Novo! Que 2019 traga muita energia renovada, disposição e saúde!

  18. 3 de janeiro de 2019 @ 20:26

    Boa noite. Estou usando o CPAP há duas semanas. Ligo na rampa para me adaptar e ai durmo e não percebo que a pressão vai se elevando. Uma dica que aprendi é que no início do uso à noite devo manter a boca fechada e só respirar pelo nariz, assim o ar inspirado não retorna pela boca. Não ronco mais, porém não sinto durante o dia nenhuma melhora, ou seja, apresento congestionamento nasal e não aumentou a minha disposição. Isso é normal?

    • 5 de janeiro de 2019 @ 08:08

      Olá Marlene! Bom dia!
      O período de adaptação a terapia do sono pode durar em média 30 dias. Sua terapia ainda está muito recente, portanto, é natural sentir certos desconfortos.
      Com o tempo, seu corpo se acostumará à pressão positiva nas vias respiratórias e ficará mais fácil o adormecer.
      Como ficamos um pouco tensos no início da terapia, é comum não se sentir muito descansado durante o dia. Mas essa falta de disposição não é causada por microdespertares, como antes do início do uso do CPAP, e sim por tensão e sono agitado mesmo.
      Em breve, a senhora estará adaptada ao aparelho e começará a desfrutar de um sono de muita qualidade.
      Se a senhora utiliza uma máscara nasal, e sofre com constantes congestões nasais, é recomendado que procure um médico para avaliar um possível tratamento para a sua congestão. O uso de descongestionantes antes de dormir pode ajudar a aliviar o desconforto.
      Caso o problema seja persistente, é recomendado o uso de uma máscara facial, para que a senhora continue recebendo o fluxo de ar, mesmo quando a respiração nasal não estiver muito boa.
      Se continuar tendo problemas com sua adaptação, entre em contato conosco através do e-mail sac@cpaps.com.br ou pelo telefone 0800 601 9922 e fale com um de nossos consultores! Será um prazer ajudar a tornar suas noites de sono mais agradáveis!

  19. 6 de janeiro de 2019 @ 20:02

    Estou usando o cppe a uma quarenta dias me adaptei muito bem só que estou com um problema no ouvido gostaria de saber se o cppe causa esse zumbido no ouvido

    • 7 de janeiro de 2019 @ 10:24

      Bom dia Sr. Edson! Tudo bem?
      Não é comum ocorrer esse tipo de sintoma com o uso do CPAP, mas é possível. É preciso investigar as possíveis causas, e fazer uma análise de como está sendo a sua terapia através do relatório do sono.
      Entre em contato com nosso Pós-Venda através do telefone 0800 601 9922 (opção 2) e fale conosco!
      Se esse sintoma persistir, procure um otorrino ou o seu médico do sono.

  20. 14 de janeiro de 2019 @ 21:39

    Olá, boa noite,uso cpap desde 09/11/18,me adaptei bem na pressão 12, com umidificador, hj dia 14/01/19,amanhecir com os olhos ardendo, vermelhos,parecendo conjuntivite, sem secreção, isso pode devido ao uso do cpap.

    • 15 de janeiro de 2019 @ 07:51

      Olá Francisca! Tudo bem?
      O ideal é procurar um médico para ter certeza.
      É possível que seja um caso isolado, uma irritação, alergia ou uma possível fuga de ar na parte superior da máscara.
      Faça os ajustes da sua máscara novamente, certificando-se de que não esteja vazando ar na parte de cima antes de deitar.
      Se esse sintoma persistir, procure um oftalmologista.
      Se desejar, fale com nossos consultores através do número 0800 601 9922
      Um abraço!

  21. 22 de janeiro de 2019 @ 21:56

    Uso o CPAP SERMED há um ano e tenho tido dores abdominais. Na Tomografia apareceu Diverticulose. Como sempre acordo com muitos gases no intestino, pode haver alguma relação com o u uso do CPAP?
    Obrigada.

    • 23 de janeiro de 2019 @ 11:37

      Olá Edileuza! Tudo bem?
      É comum sentir um pouco de desconforto abdominal no início da terapia. É uma condição chamada aerofagia, que acontece quando a pessoa engole muito ar vindo do aparelho.
      Entretanto, esse efeito colateral é mais comum no início do tratamento, e a dor é mais parecida com gases abdominais.
      Como a senhora já procurou um médico e ele já fez um diagnóstico, acho pouco provável que o uso do CPAP tenha algo a ver com os seus sintomas.
      De qualquer forma, para se prevenir contra a aerofagia, é indicado o uso de um travesseiro mais alto. De preferência, um travesseiro próprio para o uso com máscaras de CPAP, como o Travesseiro Viscoelástico Multi-máscaras, por exemplo.
      Dormir com a boca fechada, caso faça uso de máscara nasal, também ajuda muito. Algumas pessoas utilizam queixeiras para manter a boca fechada e assim receber o ar corretamente nas vias respiratórias superiores.
      Para maiores informações, entre em contato com nossa central de atendimento no telefone 0800 601 9922
      Será um prazer atendê-la!

  22. 27 de janeiro de 2019 @ 12:27

    Olá, boa tarde.
    Estou usando CPAP mas ainda em fase de adaptação. Estive lendo as excelentes dicas e informações acima. Entretanto, permitam-me, observei o seguinte: informações sobre tipos e ajustes de máscaras, ajuste do fluxo de ar, etc. Mas não vi nada a respeito do próprio aparelho CPAP, como por exemplo, um forte cheiro exalado do interior do mesmo utilizado após a compra. Isso não poderia estar concorrendo para as circunstâncias citadas? Já vou comprando o segundo aparelho, sendo que o primeiro o cheiro era extremamente forte. Comprei o segundo, de marca renomada, que veio também com esse cheiro, embora bem menor, mas ainda não consegui usar. Tentei, mas tive uma forte dor de cabeça e mal estar. Voltei ao médico que me diagnosticou como tendo Apnéia do Sono, mas me foi informado que era somente na fase de adaptação. Esse cheiro forte exalado do aparelho, não é prejudicial à saúde? Acho que um esclarecimento à respeito, traria uma informação muito valiosa para quem necessita do uso desse equipamento. Ficarei imensamente agradecido por uma resposta esclarecedora.

    • 28 de janeiro de 2019 @ 08:11

      Olá Jessé! Tudo bem?
      Na verdade, essa não é uma reclamação comum. Os aparelhos não devem exalar cheiros fortes.
      O cheiro mais comum no início da terapia é do silicone ou gel das máscaras e do PVC do tubo.
      Uma lavagem completa, em água morna e sabão neutro, neutraliza esse cheiro completamente.
      Se o aparelho estiver exalando cheiro de componentes eletrônicos queimados, pode ser algum defeito técnico.
      Entre em contato com a nossa central de atendimentos para maiores esclarecimentos: 0800 601 9922
      Um abraço!

      • 28 de janeiro de 2019 @ 15:47

        Ola estou usando o cpap desde abril do ano passado.Dias atras consultei e a fonoaudiologa disse estar disse estar tudo muito bem,mas esqueci de

        Ola uso o cpap porque fiz uma polissonografia e deu apneia.Uso desde abril de 2018.A cada tres meses consulto a fonaudiologa e ela me da o resumo do uso.
        Dia 10 de janeiro consultei e o IAH do periodo de 106 dias foi 1,9.Preciso viajar para o exterior e ficar 13 dias .Tem problema nao levar o cpap?

        ol

        • 29 de janeiro de 2019 @ 09:13

          Olá Ivani! Tudo bem?
          Que bom que a sua terapia do sono está sendo um sucesso! Ficamos muito felizes e orgulhos de você!
          O ideal é não interromper o seu tratamento. O CPAP é um aparelho bivolt, e pode ser usado inclusive no avião.
          Se possível, leve seu aparelho com você, bem acomodado na bolsa de transporte. Ele não conta como bagagem de mão, por ser um equipamento médico. Mas é bom confirmar primeiro com a empresa aérea.
          Tenha uma boa viagem!

    • 24 de fevereiro de 2019 @ 12:35

      Olá, boa tarde.
      O cheiro forte a que me refiro, não está na máscara ou traqueia, vem do interior do aparelho. É um cheiro característico de plástico! Refaço a pergunta: esse cheiro forte não é prejudicial à saúde? Porque isso ocorre, tendo em vista tratar-se de equipamento que tem a finalidade de proporcionar uma melhor qualidade de vida para o usuário?
      Agradeço desde já por uma resposta.

  23. 8 de fevereiro de 2019 @ 08:15

    Ola !
    Estou usando um CPAP Respironics System One da Philips com umidificador aquecido e uma máscara Mirage SoftGel Large a 7 anos. Minha última titulação do aparelho recomendou uso de pressão 9 e ajustei a rampa iniciando em 7 com duração de 15 min. Por fim, recentemente substitui minha máscara (mesmo modelo e tamanho) .
    Posto isto, recentemente, após a substituição da máscara ( não sei se por coincidência) no início da terapia me sinto sufocado a ponto de levantar a máscara para buscar conforto, isso não acontecia antes. Tem sido comum, já na pressão de terapia (9), eu sintir resistência para expirar, fazendo acionar a rampa para obter conforto na expiração. Tenho notado, também, que ao longo da noite abro a boca o que me faz acordar com a boca ressecada e por vezes vezes retiro a mascara nasal, supostamente pela sensação de sufocamento. Porque isso está ocorrendo agora, nunca tive esses problemas antes? Será que meu equipamento está velho? Pode ser a máscara? O ajuste da pressão, ( ajuste fino está em 1)
    Obrigado!

    • 11 de fevereiro de 2019 @ 15:01

      Olá Antônio! Tudo bem?
      É natural sentir uma diferença na máscara nova. Primeiro porque o silicone dela está novo e, portanto, é um pouco menos maleável que a máscara antiga.
      É muito comum os pacientes apertarem muito o fixador da máscara nova, como apertavam da antiga para obter a vedação correta.
      Mas, como a máscara é nova, acaba apertando muito a narina e atrapalhando o recebimento do fluxo do de ar, o que vai fazer a pessoa abrir a boca durante a terapia.
      É preciso verificar novamente as configurações do aparelho para ter certeza de que está calibrado corretamente.
      Nosso setor de pós-venda entrará em contato para auxiliá-lo com isso.
      Um abraço!

  24. 17 de fevereiro de 2019 @ 09:28

    Olá!
    Estou usando o cpap à oito meses, me adaptei bem ao tratamento mas nesse último mês estou sentindo uma sensação estranha durante o dia, parece que me falta ar com respiração mais curta, parece que em alguns momentos esqueço de respirar e também um pequeno desconforto um pouco de dor no peito, gostaria de saber o que poderia ser.Obrigado

    • 20 de fevereiro de 2019 @ 11:29

      Bom dia Univaldo! Tudo bem?
      Não é comum aparecerem desconfortos assim depois de tanto tempo de uso. A leve falta de ar pode ser um ressecamento das vias superiores por causa do clima mais seco no verão. Experimente aumentar o nível de umidificação do seu aparelho. A dor no peito, se for por ingestão de ar, pode ser resolvida usando um travesseiro mais alto e uma máscara facial, caso o senhor esteja usando uma nasal e abrindo a boca durante o sono.
      Mas o ideal é pedir um relatório do seu sono e levar para o seu médico analisar.
      Se precisar de qualquer suporte, basta ligar no 0800 601 9922 e falar com um de nossos consultores 😉

  25. 19 de fevereiro de 2019 @ 18:14

    Ola, boa noite!
    Há anos Toco instrumento musical de sopro. Ao longo do tempo (através de exercícios constantes) desenvolvi uma respiração diafragmática e abdominal, necessárias para essa atividade. Hoje Inspiro e expiro basicamente pela boca, o que para mim tornou-se algo natural.
    Recentemente fiz um exame de polissonografia (indicado pelo Otorrino). Com base nos resultados, o médico me prescreveu o uso do CPAP. Farei agora um novo exame (indicado pelo mesmo médico) descrito como “Polissonografia com teste de CPAP nasal”.
    A minhas dúvidas são as seguintes:
    1) Se nesse caso (de se respirar pela boca, utilizando o diafragma, etc. ) o CPAP nasal é realmente o indicado (?)
    2) Se depois do uso (continuo) do CPAP será possível manter essa forma atual de respirar ou se isso será “corrigido”, modificado, pelo tratamento com o aparelho?
    Grato.

    • 20 de fevereiro de 2019 @ 11:25

      Bom dia Gil! Tudo bem?
      É preciso conversar com o seu médico sobre a sua respiração bucal. Os médicos estão habituados a indicar a máscara nasal, pois ela é o melhor modelo para a terapia, facilita a adaptação e acaba sendo necessária uma menor pressão de fluxo de ar.
      Entretanto, no seu caso, a máscara mais indicada pode ser a Facial. No momento do seu teste de polissonografia, comente com o técnico do exame. Ele vai fazer alguns testes com máscaras diferentes, nasais e faciais e vai indicar no exame a que foi melhor durante o teste.
      A terapia não vai alterar o seu padrão respiratório, mas o seu corpo vai se adaptar a receber a pressão positiva constante nas vias respiratórias e pode sim acabar se acostumando a respirar mais pelo nariz, visto que a pressão que vai receber nas narinas, muitas vezes, acaba mantendo a boca fechada.
      Fica uma questão a ser discutida com o médico. Se você conseguir usar a máscara nasal (se durante o sono mantiver a boca fechada e não for preciso a máscara facial), ótimo. Vai acabar se acostumando a dormir assim, mas não vai perder o hábito de respirar pela boca durante o dia (já que é um processo mecânico que vai manter sua boca fechada durante o sono). Mas se não for possível porque o senhor já está tão habituado que não consegue mais dormir com a boca fechada, então somente a máscara facial vai te atender.

  26. 9 de março de 2019 @ 16:21

    Olá. Uso CPAP há 8 meses. Já tem duas semanas que venho acordando com dor de cabeça e dor no peito. Queria saber se com o tempo, a pressão necessária para eliminar a apneia pode variar? A minha pressão no cpap é de 12. Há a necessidade de refazer o exame de quanto em quanto tempo? Obrigado.

    • 13 de março de 2019 @ 08:16

      Olá Alexandre!Tudo bem?
      A pressão ideal de tratamento pode mudar várias vezes, até mesmo em uma única noite.
      Vários fatores podem influenciar na pressão necessária para manter as vias aéreas desobstruídas. Desde a posição em que dormimos até o aumentou ou perda de peso.
      O ideal é consultar o médico que acompanha a sua terapia do sono. Ele deve analisar o seu relatório do sono, para verificar se é necessário mudar a pressão de tratamento ou até mesmo repetir o exame.
      Tenha um excelente dia!

  27. 28 de março de 2019 @ 21:43

    Olá! Recebi indicação médica para uso do CPAp.
    Ainda não adquiri o aparelho pq estou com muitas dúvidas e preocupada com os efeitos colaterais. Estou bem relutante ao uso do equipamento..

    • 30 de março de 2019 @ 08:26

      Olá Nique! Bom dia!
      É natural se sentir receosa com um novo tratamento, mas fique tranquila pois, se o seu médico recomendou o aparelho, é porque você não possui quaisquer contra-indicações.
      As consequências da Apnéia do Sono no seu organismo, principalmente à longo prazo, são muito mais preocupantes do que a fase da adaptação à terapia.
      Pode parecer muito desconfortável dormir com uma máscara, recebendo um fluxo constante de ar nas vias áreas, mas, acredite, uma vez adaptada ao tratamento, você não vai mais querer ficar sem o seu CPAP!
      Há um depoimento muito legal aqui no Blog, que indico que a senhora leia, para te ajudar a tomar a decisão de iniciar a sua terapia. Segue link: https://www.cpaps.com.br/blog/dia-mundial-saude-cpaps/
      Entre em contato com a nossa central de atendimentos para conversar com um consultor. Ele será capaz de tirar todas as suas dúvidas e ajudar na escolha do melhor kit para a sua terapia do sono. Ligue no 0800 601 9922 (opção 01).

  28. 24 de abril de 2019 @ 15:52

    Estou utilizando o aparelho CPAP pressão fixa a 20 dias e não tenho sentido melhora alguma no sono diurno, acordo várias vezes a noite com a boca seca e a máscara tem deixado marcas no nariz e no rosto, o que devo fazer para dormir melhor e não ficar com essas marcas.

    • 24 de abril de 2019 @ 16:08

      Olá Giovane! Tudo bem?
      Entre em contato com nosso atendimento ao cliente para darmos uma olhada no seu relatório do sono e, assim, podermos indicar o que fazer para melhorar a sua terapia.
      Se você usa uma máscara nasal e está acordando com a boca seca, possívelmente esteja abrindo a boca durante a noite. Nesse caso, o uso de uma queixeira pode ser indicado.
      Se sua máscara for facial, é preciso aumentar o nível de umidificação do aparelho.
      É normal a máscara deixar algumas marcas no nariz no início da terapia, pois, por não estar acostumado ao acessórios, o senhor pode estar apertando um pouquinho mais que o devido.
      O setor de atendimento pode te ajudar, enviando vídeos e dicas de ajuste para a sua máscara.
      Fale com o pós-venda CPAPS no 0800 601 9922 (opção 02).
      Até breve 😉

  29. 16 de maio de 2019 @ 07:29

    Dor abdominal ao amanhecer faz 2 meses que uso e faz 5 dias que estou acordando com muita dor abdominal que passa após algum tempo acordado pergunto é normal???

    • 16 de maio de 2019 @ 11:47

      Olá Fábio! Tudo bem?
      Essa condição é chamada aerofagia. Embora incômoda, é comum acontecer com o uso do CPAP.
      O que ocorre é que o senhor está engolindo ar durante o sono.
      Algumas medidas podem ser tomadas para resolver o problema, como dormir com um travesseiro mais alto ou limitar o fluxo de ar para a pressão ideal indicada no exame de polissonografia.
      Entre em contato com o nosso suporte, para que possamos orientá-lo melhor: 0800 601 9922 (opção 01).

  30. 20 de maio de 2019 @ 19:12

    Boa Noite!
    Já estou usando o CPAP a 1 ano e o tratamento tem sido muito produtivo, tenho conseguido dormir bem a noite e durante o dia sinto-me bem disposta para os afazeres de casa. Mas tenho tido muito problema em emagrecer mesmo com dietas e acompanhamento médico, o uso do CPAP pode influenciar no processo de emagracimento?

    • 25 de maio de 2019 @ 09:07

      Bom dia Zoraide! Tudo bem?
      O CPAP na verdade é um aliado na perda de peso. Isso porque, ao dormir bem e passar por todas as etapas do sono, o seu metabolismo passa a funcionar na velocidade correta, desde que não haja outros fatores que o desacelerem.
      O ideal é procurar um médico endocrinologista para investigar o motivo da demora na perda de peso. Todas as taxas precisam estar equilibradas para que o seu corpo funcione da melhor maneira possível 😉

  31. 2 de junho de 2019 @ 09:01

    Bom dia , estou usando o cpap com pressão fixa à um mês, estou mto feliz com os resultados pois o ronco sempre foi um incômodo para toda minha família, porém comprei um cpap de um amigo que não se adaptou e após a intervenção cirúrgica que ele fez ele não precisou mais do aparelho, uso máscara de gel oronasal , minha polissonografia foi diagnosticada com síndrome da apneia moderada, preciso de uma ajuda com relação a pressão nescessária para esse diagnóstico, pois tenho engolindo mto durante a noite, estou usando na pressão 14, se puderem me ajudar agradeço mto.

    • 3 de junho de 2019 @ 08:22

      Olá Luciano! Tudo bem?
      Para sabermos qual pressão deve ser configurada no seu aparelho CPAP de pressão fixa, é preciso realizar uma polissonografia com titulação de CPAP (aquela em que o paciente dorme com a máscara durante o exame, e não apenas com a cânula nasal).
      Se o senhor já realizou esse exame, e consta no resultado dele a pressão ideal, podemos ajudá-lo a configurar o seu aparelho corretamente.
      Caso não tenha feito, não há como sabermos a pressão correta a ser configurada. Mas, dependendo do modelo do seu aparelho, ele pode ter uma função específica de teste, que nos ajudaria a saber.
      Entre em contato com o suporte pós-venda no 0800 601 9922 para que possamos ajudá-lo.

  32. 4 de junho de 2019 @ 00:12

    Boa Noite , estou usando o cpap a 20 dias ,tenho notado que vem aumentando as bolsa abaixo dos olhos ( olheira ) isto e-é possível. Desde já agradeço a resposta.

    • 4 de junho de 2019 @ 08:44

      Olá George! Tudo bem?
      Algumas pessoas têm alergia ao silicone. Já outras, têm um problema com uma bolsa que se forma embaixo dos olhos por causa do uso de máscara nasal. É preciso verificar com o seu médico, pois, embora raros, esses casos existem.
      Se o problema persistir, o ideal é usar uma máscara de almofadas nasais, que passa longe dos olhos.
      Agora, se for apenas olheira mesmo, um dermatologista pode te ajudar.
      Para sabermos se o senhor está alcançando todos os estágios do sono, precisamos analisar o seu relatório do sono.
      Entre em contato com o suporte pós-venda da CPAPS. Podemos ajudar 😉
      Central de atendimento: 0800 601 9922

  33. 10 de junho de 2019 @ 20:52

    A minha esposa (que tem ainda 50 anos de idade) está no início da terapia. Para já tudo bem. No entanto surgiu a dúvida se o uso continuado do aparelho não poderá criar uma situação de dependência futura do mesmo tanto de dia como de noite, com reflexo no processo autónomo respiratório, quando sem o aparelho? Como se sabe o cérebro adapta-se ao facilitismo, neste caso ao ar que é produzido continuamente em fluxo durante a noite. Será que, no futuro não poderão ocorrer situações em que o processo respiratório fica tão dependente desse fluxo que andar a pé durante o dia, por exemplo, ou fazer esforços serão um problema, traduzido, nomeadamente, em cansaço ou outro?

    • 11 de junho de 2019 @ 10:20

      Olá Jorge! Tudo bem?
      O uso contínuo do CPAP não causa dependência, exceto da melhor forma possível.
      Alguns atletas, inclusive, utilizam esse aparelho para melhorar a capacidade respiratória.
      Se não há patologias associadas, o uso do CPAP é liberado no modo totalmente automático, pois aparelhos com essa tecnologia são capazes de fornecer sempre somente o menor nível de fluxo de ar necessário ao paciente.
      O fluxo é o suficiente apenas para desobstruir a traqueia. Ele não faz ventilação mecânica, portanto, não causa vício muscular.

  34. 27 de junho de 2019 @ 09:22

    Olá,uso o cpas,a mais ou menos 1 ano e meio e estou muito feliz me adaptei muito bem ,não sinto mais sono durante o dia e durmo a noite inteira e não ronco mais e além disso emagreci 30 kilos claro que com uma dieta,mais tenho certeza que o cpas me ajudou muito nesse proscesso,pois meu médico disse que isso ia acontecer,não consigo mais dormir sem ele e quando viajo com certeza ele vai junto

    • 27 de junho de 2019 @ 10:08

      Obrigada pelo relato, Valderez! Ele é fundamental para motivar aqueles que ainda estão em dúvida sobre iniciar ou não a terapia do sono.
      Pode ser um pouco desafiador no início, adatar-se a dormir com uma máscara e um fluxo constante de ar, mas os resultados são, de fato, inquestionáveis.
      Desejamos que a sua terapia continue sendo um sucesso!
      Conte com o suporte pós-venda da CPAPS: 0800 601 9922

  35. 8 de julho de 2019 @ 10:03

    Oi, uso o aparelho cpap resmed air sense 10, há mais de 4 meses e faz em torno de 2 semanas que começo a usar o cpap e logo tenho que tirar pois esta me causando sensação de sufocamento a respiração fica muito pesada tanto para expirar como inspirar eu uso a mascara que é so nasal, isso pode ser algum problema com o aparelho ou sou eu que estou com algum problema , pois estava me sentido muito bem com o uso do tratamento.

    • 8 de julho de 2019 @ 14:22

      Boa tarde Sérgio! Tudo bem?
      Seria necessário analisarmos o relatório do sono do seu aparelho para entendermos melhor qual é o problema.
      Se o senhor não estiver passando por nenhuma congestão nasal, é possível que seja alguma configuração a ser feita no aparelho.
      Vamos enviar algumas informações em seu e-mail, para gerarmos o seu relatório do sono.
      Tenha uma ótima semana!

  36. 16 de julho de 2019 @ 13:13

    USO APARELHO S9 DA RESMED AUTOMATICO COM UMIFICADOR, QUANDO LIGO A PRESSÃO VAI A 6, GOSTARIA DE SABER SE A MEDIDA QUE EU PRECISAR A PRESSÃO AUMENTA AUTOMATICAMENTE

    • 16 de julho de 2019 @ 13:47

      Depende de como o aparelho está configurado, José.
      Se ele estiver no modo Automático e com a pressão máxima no maior nível disponível (20 cmH2O), então o aparelho vai enviar qualquer pressão que o senhor necessitar, entre 06 e 20 cmH2O durante a noite (e após o período de rampa).
      Se precisar de ajuda para verificar a configuração do seu aparelho, ligue no nosso suporte e converse com um especialista!
      Estamos à disposição para ajudá-lo.
      Central de atendimento: 0800 601 9922

  37. 16 de julho de 2019 @ 13:15

    APARELHO DA MARCA RESMED S9 COM UMIFICADOPR ELE AJUSTA AUTOMATICAMENTE A PRESSÃO

  38. 28 de julho de 2019 @ 09:12

    Deni dario ,uso o CPAP dois anos, agora apareceu uma irritacao no labio que nao descubra a causa sera que do uso do CPAP

    • 29 de julho de 2019 @ 15:26

      Olá Deni! Tudo bem?
      Se o senhor estiver usando a mesma máscara há todo esse tempo, é possível que a irritação seja por estar apertando demais a máscara para manter a vedação.
      Com o tempo, o silicone absorve o óleo da pele e fica mais maleável, tornando difícil a vedação. Então, por instinto, o usuário acaba apertando demais as tiras do fixador.
      Além de higienizar o silicone de sua máscara diariamente, é importante trocá-la assim que a vedação estiver prejudicada.
      Ligue para a nossa central de atendimento e converse com um consultor: 0800 601 9922
      Estamos à disposição para ajudá-lo a ter noites de sono saudáveis 😉

  39. 3 de agosto de 2019 @ 19:43

    POR DE ME AJUDAR /

    USO CPAP RESMED MODERNO COM HUMIDIFICADOR A MASCARA BEM AJUSTADA.
    MAS ACORDP COM RESSECAMENTO TERRIVEL.
    O QUE POSSO FAZER ? QUE SOLUÇÃO USAR NO RECIPIENTE ? SOMENTE AGUA FILTADA ..?: TEM ALGUMA DICA
    OBRIGADO

    • 5 de agosto de 2019 @ 09:37

      Bom dia Leonardo! Tudo bem?
      A principal causa do ressecamento em quem utiliza máscaras nasais é a fuga de ar pela boca. Quem não consegue manter a boca fechada durante toda a terapia precisa usar uma queixeira para manter o queixo fechado, dessa forma, o ar sendo enviado pelas vias nasais não vai escapar pela boca.
      A única água que pode ser utilizada no reservatório do aparelho CPAP é a água destilada. Facilmente encontrada em lojas de produtos hospitalares, farmácias e até na internet.
      Segue link da queixeira: https://www.cpaps.com.br/queixeira-neoprene-inspira
      Se precisar de qualquer auxílio, ligue e converse com de nossos especialistas: 0800 601 9922

  40. 7 de agosto de 2019 @ 14:29

    Boa tarde . Não consegui fazer a PSG para titulação do CPAP . Tive uma crise de ansiedade , quase pânico , pois não conseguia respirar e a sensação era de afogamento . Na 1a PSG deuíndice de 35 apnéias/hora . Posso fazero exame sob efeito de alguma medicação ? Tenho muito receio de nao me adaptar , existealgumoutro caminho ?? Obrigado .

    • 7 de agosto de 2019 @ 15:30

      Boa tarde Paulo Henrique! Tudo bem?
      O exame não seria eficiente sob sedação, mesmo uma leve.
      É natural para quem sobre de ansiedade, não conseguir relaxar no ambiente clínico ou hospitalar.
      Nesse caso, como já realizou o exame basal, poderia testar as máscaras disponíveis em uma loja física, e adquirir o aparelho automático, que não requer configuração de pressão ideal, portanto, estaria dispensado do exame de titulação.
      Converse com seu médico sobre isso!
      Existe também a opção de realizar a locação do aparelho, antes de adquirir um CPAP.
      Para saber mais sobre alugel de CPAP, preencha o formulário desse link: http://materiais.cpaps.com.br/locacao
      Ligue para nós para que possamos te indicar uma loja física ou representante que possa te ajudar a experimentar as máscaras disponíveis.
      Central de atendimento: 0800 601 9922

  41. 15 de agosto de 2019 @ 11:16

    bom dia ,estou usando cpap ha 10 dias tenho observado um rubor facial ,gostaria de saber se e normal

    • 15 de agosto de 2019 @ 17:42

      Olá Francisco! Tudo bem?
      O rubor pode ser porque a sua pele está se acostumando com o contato da máscara.
      Fique atento e, se surgirem feridas, procure um dermatologista.

  42. 15 de agosto de 2019 @ 11:42

    estou usando ha 10 dias e nao consego respirar pelo nariz ,minha mascara e so nazal ,sera que tenho que comprar a facial ,poi s mesmo com o cpap ,eu respiro pela boca

    • 15 de agosto de 2019 @ 17:44

      Francisco, as máscaras nasais são as mais indicadas para a terapia do sono. Se o problema for apenas o fato de abrir a boca, é indicado o uso de uma queixeira juntamente com a máscara nasal.
      Agora se o problema na respiração nasal for algo físico, como desvio de septo, rinite, sinusite ou alergias, nesses casos a máscara facial é a mais indicada sim.
      Ligue para a nossa central de atendimentos e converse com um de nossos especialistas: 0800 601 9922

  43. 9 de setembro de 2019 @ 14:37

    Boa tarde,

    Não sei se é coincidência, mas assim que comecei a usar o CPAP me deu uma crise de bronquite que está demorando para melhorar, será que tem relação ?

    • 9 de setembro de 2019 @ 15:06

      Boa tarde Marcos! É preciso verificar com o seu médico.
      O uso do aparelho CPAP não causa infecções respiratórias, mas pode ser contraindicado o uso durante uma crise, para não agravar os sintomas.

  44. 11 de setembro de 2019 @ 10:24

    Olá !Meu esposo está usando o aparelho a menos de um mês e está apresentando um inchaço no rosto que está formando bolsas ao redor dos olhos e possível ser por causa do aparelho? Já houve algum relato de inchaço no rosto ?

    • 11 de setembro de 2019 @ 10:46

      Bom dia Sandra! Tudo bem?
      Não é constante, mas esse tipo de reação pode acontecer sim, e as causas podem ser diversas.
      Primeiro, é importante esperar passar o inchaço antes de voltar a utilizar a máscara.
      A máscara não pode ser usada muito apertada no rosto. O ajuste precisa ser feito de forma correta para que a vedação seja eficiente, sem machucar o rosto.
      É muito importante procurar um médico, dermatologista ou o médico que indicou o CPAP.
      É possível que seu esposo seja alérgico ao silicone ou que a máscara esteja apertando em uma região sensível do rosto, causando esses edemas.
      Se precisar de ajuda com o ajuste da máscara, entrem em contato conosco através do 0800 601 9922
      E não deixem de procurar um médico para um exame mais preciso.

  45. 18 de setembro de 2019 @ 11:08

    Olá bom dia, estou usando CPAP Automático – (pressão 10-12) há 20 dias, estou acordando umas 2 ou 3 vezes por noite com a boca muito seca e passando o dia com a sensação de dor no peito e respiração mais forçada. Isso é normal no início? Passa com o tempo de uso? obrigado

    • 18 de setembro de 2019 @ 12:59

      Olá Ricardo!
      É natural sentir algum desconforto no início da terapia, porém, existe uma série de ajustes que podem ser feitos para oferecer mais conforto durante a sua adaptação.
      Converse com o seu médico ou fisioterapeuta que acompanhe seu tratamento ou entre em contato com o SAC do seu fornecedor.
      O pós-venda da CPAPS atende através do canal 0800 601 9922
      Estamos à disposição para ajudá-lo a ter noites de sono tranquilas.

  46. 18 de novembro de 2019 @ 09:26

    Olá, uso CPAP há 2 anos e meu modelo é o Resmed airsense s10 com umidificador. De uns dois meses para cá percebi uma diferença no funcionamento dele. Antigamente, se eu ligasse o aparelho apenas para tirar o ar da mangueira (sem colocar a máscara no rosto), ele funcionava por uns segundos e desligava. Só voltava a funcionar após eu ajustar a máscara no rosto. Agora ele não desliga. Fica soprando ar direto e estou com a impressão de que sopra mais ar durante a noite também do que antes. Meu marido percebeu que o jato de ar que sai pela abertura da traqueia está bem mais forte e contínuo (com mais barulho também). Isso pode ser alguma regulagem do aparelho. ou é defeito?

    • 18 de novembro de 2019 @ 14:56

      Olá Lídia! Tudo bem?
      Somente uma avaliação técnica no aparelho poderia confirmar.

      Ligue para a nossa central de atendimento e peça um relatório do sono. Analisando o relatório detalhado podemos verificar se a pressão de ar está subindo devido a alguma fuga de ar excessiva.

      Central de atendimento: 0800 601 9922.

  47. 29 de novembro de 2019 @ 09:49

    adquiri o aprelho resmart bmc completo com a mascara de pilow e notei que meus olhos estao ficando secos durante o sono chegando a me acordar e as vezes continuo com o ronco.como e possivel se a mascara pilow e para me obrigar a fechar a boca.se puder me ajudar agradeço pois aqui nao temos nenhuma assistencia grato edson

    • 29 de novembro de 2019 @ 10:01

      Bom dia Edson! Tudo bem? É bem provável que o senhor esteja abrindo a boca durante o sono.
      O ressecameto dos olhos não tem relação, pois o fluxo de ar não chega nessa região com uma máscara Pillow.
      Ligue para 0800 601 9922 e converse com um de nossos especialistas.

  48. 6 de dezembro de 2019 @ 10:03

    Bom dia! Faço uso de um aparelho resmat bmc automático, fiz a polissonografia e a pressão ficou entre (6-8), todo dia acompanho o relatório da noite pelo visor do aparelho, que sempre marcou pressão média 6 ou 7, apneia 0,8 ou 1 e ronco 09 ou 1,3. Agora passou para pressão media 8,5, apneia 3,4 e ronco 2,2 em media, seria porque estou tomando tranquilizante esse dados são autos ou está dentro da apneia leve a moderada.
    agraço desde a atenção!

    • 6 de dezembro de 2019 @ 16:03

      Boa tarde José! Tudo bem?
      O uso de calmantes e tranquilizantes que promovam relaxamento muscular podem sim aumentar um pouco o seu IAH.
      Entretanto, desde que esse índice fique até 5.0, sua terapia ainda é considerada eficiente 😉

Envie sua opinião

Your email address will not be published.

Sobre

A CPAPS.com.br é a maior e mais completa loja online especializada em produtos para apneia do sono e terapia respiratória. Oferecemos uma grande variedade de produtos de qualidade, preços atrativos, facilidade no pagamento, entrega rápida e atendimento especializado para te auxiliar na busca por um sono saudável e mais qualidade de vida.

A CPAPS foi a primeira loja virtual a oferecer produtos específicos para apneia do sono e terapia respiratória com entrega nacional, a melhor infraestrutura de logística, atendimento ao cliente, pós venda e os melhores preços e condições do Brasil.

Somos líder e referência nacional no segmento, e estamos em constante busca por inovação e aprimoramento dos nossos serviços, com foco na plena satisfação do cliente.

Os melhores preços e condições

Além de encontrar serviços exclusivos e atendimento de qualidade, a CPAPS oferece os melhores preços e você ainda pode parcelar suas compras em até 12x sem juros nos cartões de crédito (parcela mínima R$ 50,00) ou à vista com desconto no boleto ou depósito.

Atendimento especializado

Para auxiliar na busca por um sono saudável e mais qualidade de vida, oferecemos diversos canais de atendimento para que você possa conversar com um especialista para obter indicações e tirar suas dúvidas. Fale conosco pelo Chat Online, e-mail contato@cpaps.com.br, Televendas 0800 601 992 ou Plantão do Sono (27) 3045-0605.

Backup de equipamento

Se seu equipamento CPAP apresentar defeito durante a vigência da garantia, oferecemos um equipamento de backup do mesmo modelo ou semelhante para que seu tratamento não seja interrompido durante o período em assistência. O equipamento de backup não tem custo de locação, apenas o custo de frete para envio e devolução, de acordo com a modalidade escolhida.

Medalha Ouro em satisfação

A CPAPS foi a primeira loja do segmento a receber a Medalha Ouro na pesquisa de satisfação do e-Bit. A certificação atesta o nível de excelência da operação e a satisfação de clientes reais que efetivamente compraram conosco e avaliaram a compra e o pós venda em mais de 10 critérios, tais como prazo de entrega, preços e condições, seleção de produtos, atendimento e outros. Confira o selo no rodapé do site para ver os comentários de clientes.

Plantão do Sono

Criamos um canal de atendimento exclusivo para te atender nos horários que você precisa. O Plantão do Sono tem horários diferenciado e funciona de segunda-feira a sábado, das 08h até às 22h, para que você possa tirar suas dúvidas e obter suporte técnico com um especialista.

A maior seleção de produtos

Oferecemos as melhores marcas e a maior diversidade de produtos de qualidade e tecnologia para garantir a sua satisfação. São mais de 400 itens incluindo peças de reposição que você só encontra na CPAPS.

Facilidade para comprar

Estamos sempre inovando e criando condições para oferecer a melhor experiência de compra online. Por isso, na CPAPS você encontra descrição personalizada dos produtos, especificações completas, informações de compatibilidade, indicação inteligente e personalizada de produtos, recursos para definir tamanho de máscaras, filtros de pesquisa para buscar produtos de acordo com sua preferência, comparação de produtos e atendimento especializado online e por telefone.

Facebook